FAQs

É necessário já saber francês para estudar na França?

Sim. Com exceção das grandes escolas francesas de comércio e de algumas escolas e universidades de vocação internacional, as aulas costumam ser ministradas em francês. Procure estudar o idioma antes de viajar ou considere a possibilidade de realizar curso intensivo na França antes de começar o ano letivo.

Sou um estudante brasileiro e cursei um ano de ensino médio em uma escola francesa. A Embaixada precisa legalizar meu boletim escolar francês para que meu intercâmbio seja reconhecido no Brasil?

Não. Os documentos expedidos na França são dispensados de legalização quando tiverem de ser apresentados no Brasil (Decreto nº 3598, de 12/09/2000, capítulo VII, Artigo 23). Você precisará, no entanto, apresentar à sua escola brasileira tradução juramentada do seu boletim francês.

Quais são os documentos necessários para realizar um estágio na França?

A realização de um estágio requer a assinatura de um convênio tripartite entre a Instituição de Ensino Superior francesa, a empresa onde será efetuado o estágio e o estudante. O convênio definirá aspectos importantes do seu estágio, como data de início e de término, remuneração, bônus e seguridade social. Solicite o formulário junto ao Serviço de Relações Internacionais da sua instituição francesa e informe-se junto à empresa sobre cobertura médica, remunerações e ajudas de custo.

Os estágios são remunerados?

Atualmente, estágios de duração superior a dois meses são remunerados 436,05 euros mensais, no mínimo. Informe-se junto à empresa. Os estágios costumam durar três meses no primeiro ano de Master e seis meses no segundo ano.

Perdi/furtaram minha carteira com passaporte, cartões de crédito e celular. O que fazer?

Dirija-se imediatamente à delegacia mais próxima para prestar queixa e solicitar o boletim de ocorrência policial, que permitirá a emissão de novo passaporte pelo Consulado do Brasil em Paris e de novo visto pelo órgão responsável francês (Préfecture de Police ou OFII). Entre em contato com seu banco para cancelamento de seus cartões de crédito e com sua operadora telefônica para notificação do roubo de seu celular. Nos dias seguintes, dirija-se aos postos de achados e perdidos para procurar os objetos que lhe foram furtados. Dica: ande sempre com cópia do seu passaporte/visto e deixe os originais em casa. Para mais informações sobre emissão de documentos, consulte a página do Consulado-Geral do Brasil em Paris: http://cgparis.itamaraty.gov.br/

Quero estudar na França. Como proceder?

Há diversas maneiras para realizar o estudo universitário na França, tanto por meio de apoio de instituições brasileiras, como CAPES e CNPq, ou francesas.  Nesse caso, após definir a área de estudos, recomenda-se entrar em contato com a CampusFrance  (http://www.brasil.campusfrance.org), serviço oficial do Governo francês para prestação de informações sobre o ensino superior no seu país. O site está em português e há um escritório em São Paulo. Deve-se também entrar em contato com a Universidade francesa em que se deseja estudar (Colocar link de universidades federais brasileiras que possuem convênios de cooperação com universidades francesas, cuja lista está no final do texto).

O que faz o Setor de Cooperação Educacional?

O Setor de Cooperação Educacional da Embaixada do Brasil na França é responsável pelo fomento do intercâmbio acadêmico entre Brasil e França, bem como pelo apoio a estudantes e pesquisadores brasileiros na França. Suas atividades compreendem: elaboração de material informativo; atendimento individual de dúvidas e demandas; contatos com instituições francesas; apoio à interlocução bilateral na área da educação; promoção e apoio a eventos na área educacional. Pode-se entrar em contato com o setor através do e-mail coop@educ-br.fr e visitar a nossa página Facebook em www.facebook.com/estudarnafranca.

Sou estudante/pesquisador brasileiro na França. Posso ter acesso à cobertura médica francesa?

É possível ter acesso à cobertura médica francesa mediante adesão a um regime de assistência de saúde. Estudantes de até 28 anos poderão inscrever-se no plano de saúde denominado Mutuelle Étudiante, de custo reduzido e por meio de reembolso dos gastos (cerca de 70%). Estudantes acima de 28 anos deverão contratar um seguro de saúde privado, no Brasil ou na França. Maiores informações poderão ser obtidas no site www.guiaestudante.org.

Quais vistos permitem trabalhar na França?

Os estudantes e pesquisadores que possuem os seguintes vistos podem trabalhar na França:

  • visto estudantil (visa étudiant): 964 horas anuais, cerca de 20 horas semanais;
  • visto científico (visa scientifique-chercheur): mediante assinatura de convênio entre o interessado, a prefeitura local e a instituição de ensino.

Os familiares adultos dos estudantes e pesquisadores que possuam os vistos mencionados podem exercer atividade remunerada.

Vou fazer um estágio na França e necessito de um seguro com responsabilidade civil. Podem me indicar alguma seguradora que possua este produto aqui no Brasil?

 Você pode obter um seguro através dos seguintes organismos sugeridos, cujos endereços encontram-se abaixo:

http://www.zurichseguros.com.br/empresas/responsabilidade-civil-geral/

http://www.acegroup.com/br-pt/empresas/responsabilidade-civil-profissional-rcp.aspx

 

Je suis locutrice native de langue portugaise (Brésil), titulaire d’un master 2. Je me permets de vous adresser ma candidature spontanée, dans l’objectif de vous proposer mes services comme lectrice de portugais du Brésil, dans le cadre de la formation en portugais du Brésil.

O Governo brasileiro mantém no momento, em cooperação com universidades francesas, dois leitorados brasileiros, nas universidades Blaise Pascal, em Clermont-Ferrand, e na Sorbonne Nouvelle, em Paris. O processo de candidatura para tal função é iniciado no Brasil, por meio da inscrição no site da CAPES. Após pré-seleção pela instituição brasileira, a escolha final cabe à universidade francesa onde o/a profissional irá trabalhar.

Nesse sentido, recomenda-se acompanhar os sites da CAPES e do Departamento cultural do Itamaraty, para manter-se atualizada quanto à divulgação de novos editais para o preenchimento de vagas no programa de leitorado.

Sou brasileira e tenho nacionalidade francesa. Gostaria de saber como podemos ter uma atestação de que meu filho fez o ENEM, pois no Brasil tudo se passa pela internet com o número de candidato. Onde e como podemos validar a prova do ENEM pra ele poder entrar na faculdade na França?

O documento que comprova a participação no ENEM chama-se “Boletim de desempenho” e pode ser obtido no site http://portal.inep.gov.br/boletim-de-desempenho. Deve-se para tanto informar número de CPF e senha do sistema.

A Embaixada não fornece esse tipo de documento.